Inácio

Estava eu na fila pra pagar as comprinhas, e sinto um toque nos pés. Olho pra baixo, um menininho lindo, fofo, olhando pro alto: “Oi tia”. Ficamos conversando, eu do alto, ele dos pés da mãe dele. Até que eu abaixei, e ficamos ali, falando de dentes moles, de como ficamos banguelas, sobre nossas idades, aniversários e como era cansativo aguardar na fila.
Até que chegou a minha vez, e tive que dar tchau.
Não pude te agradecer, Inácio, e acho que você, do alto dos seus 5 aninhos, não entenderia. Mas eu estava triste, cansada, chateada, e teu sorrisinho e olhinhos repuxados foram uma luz pra mim. Nossa conversa, pelo menos por 10 minutinhos, me tirou da escuridão dos meus pensamentos. Obrigado pelos 10 minutos mais felizes do meu sábado, Inácio.

;))))

Alcione me entende

Você percebe que não está sendo fácil quando uma música da Alcione diz tudo que você está sentindo, sem mudar nada. A letra é tudo que você está passando. Poderia ter sido você a escrever. Difícil. Momentos difíceis.

“Minha estranha loucura é tentar te entender e não ser entendida! É ficar com você procurando fazer parte da tua vida! Minha estranha loucura é tentar desculpar o que não tem desculpa! É fazer dos teus erros um motivo qualquer a razão da minha culpa.”

;))))

Saudades dela

Então, agora que estou ~trabalhando eu não posso mais manter minha aluninha. E eu super sinto falta dela, pq tá pra nascer criança sem noção como ela. Acompanhava todas as músicas, mudava as vozes quando eu mudava, entrava nas piadas. Uma mini graça. Hoje é niver dela, e eu fiz um caderninho (ela não tinha um dela, pra bobeira). Espero, mto, que ela goste.
Do mesmo jeito que eu gosto dela.

image

;))))

Meu erro (8′

“E meu erro foi crer, que estar ao seu lado bastaria…
Ai meu Deus era tudo o que eu queria… ”

Acho que meu erro foi acreditar. Acreditar que seria diferente, que você era diferente, que você ia chegar onde ninguém havia chegado, que você ia aguentar o tranco, você estava indo tão bem.
Eu estava indo tão bem. Parecia que agora “ia”. Alguém com problemas, me deixando participar, tentando participar dos meus. Dividindo sonhos, criando alguns, desistindo de outros. Se ajustando. E não parecia forçado, não parecia errado. Parecia real. Parecia. Parecia. Pa. Re. Ci. A. Parecer não é ser. Nem tudo que reluz é ouro.
Nós não éramos. Você não era. E agora eu de novo vou ver onde errei, onde eu erro, o que eu faço, porque eu tou cansada. De parecer e não ser.

;))))

Limites, mobein, limites

Alguém aí sabe me definir exatamente até onde você pode ceder para ficar bem junto ao outro?
Até onde a máxima “é melhor estar feliz do que com a razão”?
Precisando urgentemente dessas respostas, porque tá difícil.

;))))

Protegido: Miguel

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Protegido: Love?

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Entradas Mais Antigas Anteriores