A volta

Ele sempre volta. E espero que desta vez não seja diferente. Ele sempre volta, e sempre comenta da minha ~ paciência.
Eu me pergunto até que ponto isso   pode ser chamado de paciência. E uso o termo ‘isso’ porque eu não sei o que é. Paciência? Esperança? Burrice?
Porque eu tento me entender, mas não consigo. Não entendo porque eu aumento meus limites, diminuindo exigências, pra se ajustar a ele, ao que ele espera,   ao que ele quer.
E eu não sei mais se a garota que o Meza conhece sou eu mesma, se ele que criou na sua cabeça, ou se eu que me moldei.
Ele vai voltar, e o pior é saber que eu vou aceitar.

Não chorar, não chorar

O que você precisa, se encontra em você….

Odeio quando a mare de azar não vai embora. Tudo continua dando errado, e pra melhorar, crise de bronquite. Não posso sair da cama.  E sem poder fazer nada, a cabeça pensa. Pensa até dms.
Uma merda isso.

Os homens da minha vida

Noooffa, mil homens, milhões, a rainha dos mocinhos, tou dessas. Ok, menos.

Um deles, o Plincesa*, marcou cmg e esqueceu. Ok que ele é tão ou mais esquecido que o MAPM, mas puts, tou bolada (Ponto Positivo: tentou consertar o erro).

O Deliciossa (esse é novo aqui) como smp, me trazendo problemas. O cara é ótimo, perfeitinho, a gente se dá bem, mas eu sei que não vale um tostãozinho… E meus 99% trouxa ficam me dizendo “quem sabe…”

O Paz&Amor tem aquela ex louca que não me deixa em paz, não tou sabendo lidar.

O OraPoisPois me surpreendendo, pra quem eu não dava uma semana de conversa, estamos muito bem, gosto dele ❤

E como sempre, meu amado MAPM, que tá me deixando louca. Acho que eu tou virando a pessoa que ele quer que eu seja, não a Mariana que eu quero ou deveria ser. Estranho, não? Nem sei se faz sentido…

  • Plincesa era Bolachinha, mas fez uma dieta louca aí e perdeu uns bons kilos. Ficou bonitinho, pq ele não era todo distribuído, era só uma barriga. Mas, chegada a uma barriguinha como sou, prefiro antes.

Prefiro continuar distante

Prefiro mesmo? Ou não tenho opção?

Difícil questão. Não sei a resposta, sei que esse tempo tem me feito pensar muito. E imagino, ou melhor, gosto de imaginar que você também pensa.
Gosto de imaginar porque a idéia de você completamente indiferente à mim, à minha ausência, totalmente ok com isso, me dói demais.
Enfim. Tenho pensado muito em nós.
Não sei se temos jeito. Se nossos caminhos um dia serão um só. Queria essas respostas, queria uma bola de cristal, queria tantas coisas, poder nos ver daqui a uns anos, saber se estaremos juntos, se, se, se.

Tantos ses.

;))))

Meu erro (8′

“E meu erro foi crer, que estar ao seu lado bastaria…
Ai meu Deus era tudo o que eu queria… ”

Acho que meu erro foi acreditar. Acreditar que seria diferente, que você era diferente, que você ia chegar onde ninguém havia chegado, que você ia aguentar o tranco, você estava indo tão bem.
Eu estava indo tão bem. Parecia que agora “ia”. Alguém com problemas, me deixando participar, tentando participar dos meus. Dividindo sonhos, criando alguns, desistindo de outros. Se ajustando. E não parecia forçado, não parecia errado. Parecia real. Parecia. Parecia. Pa. Re. Ci. A. Parecer não é ser. Nem tudo que reluz é ouro.
Nós não éramos. Você não era. E agora eu de novo vou ver onde errei, onde eu erro, o que eu faço, porque eu tou cansada. De parecer e não ser.

;))))

Limites, mobein, limites

Alguém aí sabe me definir exatamente até onde você pode ceder para ficar bem junto ao outro?
Até onde a máxima “é melhor estar feliz do que com a razão”?
Precisando urgentemente dessas respostas, porque tá difícil.

;))))

Desabafinho

Tudo que eu queria era te ligar e te falar que esses teus sumiços me incomodam, apesar de entende-los. Que sua mania de perguntar o porque de tudo me tira do sério, que tudo que eu queira às vezes era parar de te responder, te bloquear, te fazer sentir como eu sinto.
Mas não consigo. Às vezes eu tou cheia de raiva guardada, mas você fala “hi” e eu não sei o que me dá, eu só sei responder “hi” e por mais que você saiba que há algo errado (e você smp sabe, você smp pergunta), eu minto. Minto que tou de boas. Que não é nada. Pq eu odeio a idéia de brigar cntg. Pq eu sou idiota, eu sei. Eu não devia me anular, eu sei. E você é tão legal. É tão tudo que eu quero. É tão tudo que eu gosto. E eu me perco nos seus detalhes, e me perco na vida, e fica como se tudo estivesse bem.
E eu nunca sei se está.

;))))

Entradas Mais Antigas Anteriores