O amante japonês [Livro]

Comparando bem toscamente, esse livro parece com Um dia, do David Nichols. Conta a história de um amor que vai passando o tempo, atravesando gerações.

Um pouco mais pesado, já que o romance principal é proibido por n razões, classe social,  guerra, raça…

E esse livro é tão leve, apesar dos temas abordados. 

Você não consegue parar de ler. 

Ir entendendo os fatos, as motivações, os desastres que vão moldando as vidas dos personagens, as nossas…. 

Vale a pena. Um livro curto, mas que te faz pensar bastante. Sobre nossas escolhas e sobre nossas obrigações nessa vida.

Anúncios

Quebrando promessas II

Ainda sobre o militar frustrado.

Relendo o último post me veio um incômodo que normalmente não tenho. Fiquei com a sensação de que eu passei a idéia de que eu sentia falta dele, das conversas com ele e etc. Mas não é bem esse o caso.

Veja bem, era legal, tal. Mas não faz tanta falta assim. Tanto que não morri.

O apelido dele aqui é militar frustrado porque foi assim que ele se descreveu uma vez. O sonho dele era ser militar e seguir carreira na Marinha, mas havia uma miopia no meio do caminho. 

Sonhos destruídos, por assim dizer. 

Por isso ao ler o livro eu não parei de pensar nele. Porque havia o sonho da carreira militar. Mas no caso, realizado. E em sua última instância, a guerra. E o possível morrer em nome da pátria. Gostaria de saber as impressões dele sobre isso. 

Sobre a mente do Soldado Desconhecido. Se é isso que se passa na cabeça dele. Se ele de fato nunca pensou na guerra, afinal nós vivemos em um país “de paz”. Como ele lidaria com essas questões. 

Enfim. Algo pra se discutir. 
Quem sabe um dia.

Quebrando promessas 

Eu tinha me prometido não escrever sobre você, e te tirar da minha mente, militar frustrado. Mas as coisas não são tão fáceis, certo? 

Comecei a ler um livro que eu havia deixado pra escanteio por anos. Erro meu, o livro é ótimo. “A jogadora de go”. Simples, rápido, poético. Triste.

Ele se divide em dois personagens principais, a jogadora de go e o jogador desconhecido. Esse jogador é um militar.  Soldado ou tenente, não lembro ao certo. E durante suas passagens, ele fala sobre honra, amor, vida de um soldado, e como ele enxerga o mundo a partir desea ótica. A ótica da honra e deveres militares.

Queria sua opinião sobre o livro, sobre o jogador desconhecido, sobre a guerra, sobre a paz, sobre o mundo.

Enfim. Quem sabe um dia.

Tem alguém aí [Livro]

Esse é o livro da Anna, a “avoada” da família Wash. Eles tem a inteligente (Claire), a simpática (Rachel), a certinha (Margaret), a Anna e a linda (Hellen).

Os livros são os seguintes: Melancia [Livro]Férias [Livro] e Los Angeles [Livro]

Anna tomou um rumo, conseguiu um emprego e um marido, que ela ama muito. E cá entre nós, o marido dela é maravilhoso, estranho seria se ela não amasse. Adam. Pois que Adam some, e Anna não consegue lidar com esse sumiço.

O livro é o mais triste dos 5. Várias vezes pensei em parar de ler, dói demais, pesado demais. Mas é bonito. Esse livro não dá pra resenhar muito senão tem muito spoiler (eu não tenho nada contra, mas o povo não curte).

De qualquer maneira, o destino quis que eu lesse esse livro.

Los Angeles [Livro]

Ela é yogurte natural em temperatura ambiente. Assim as irmãs descreveram Maggie Wash, uma das 5 irmãs mais  engraçadas dos livros. Elas são as irmãs Wash, da escritora irlandesa Marian Keyes. Já falei sobre duas delas, Claire, no Melancia [Livro] e Rachel, no Férias [Livro] (inclusive, bjus Rachel, te amo).

Bem, a Maggie é a mais “certinha” das 5, e isso fica bem claro nos outros livros (cada irmã tem seu livro e as outras aparecem esporadicamente, pra ajudar a compor a ideia da família acho eu). Maggie tem sua casa, seu marido, seu emprego, mas em um momento ela vê tudo ir embora, e ela decide mudar radicalmente. Vai visitar uma amiga em, pasmem! Los Angeles, e faz coisas que nem imaginava.

O livro é meio morto no começo, mas quando começa a desvendar os motivos do fim do casamento vai dando uma angustia, e tudo que se quer é abraçar a Maggie. E o Garv (marido). E o Garv é tão fofo que meu Deus, se ele fosse real eu o colocaria num potinho e guardaria pra mim.

Adoro os livros da Marian, e esse não decepcionou.

Ah, e sobre o yogurt, na verdade ela tem frutas também.

A estrela mais brilhante do céu – [Livro]

O último livro da Marian Keyes que eu li, e um dos mais emocionantes. Marian é uma escritora irlandesa e a razão pela qual eu quero visitar esse país um dia. Ela escreve romances atuais, contanto histórias de mulheres modernas, de forma divertida e séria ao mesmo tempo. Eu adoro o modo como ela transforma assuntos pesados em algo a se refletir, sem perder o humor do livro. Suas personagens são simplesmente maravilhosas.

Esse livro conta a história dos moradores de um prédio no centro de Dublin, e de como as histórias se entrelaçam à medida que o tempo passa. Adorei a Katie, pra mim a melhor história. Talvez porque eu tenha me identificado com o lado carente dela, e por ter adorado quando ela terminou um relacionamento que não estava bom. E Deus, que final maravilhoso para ela.

O livro passa pelos dramas do casal Matt e Maeve, e é impossível não se emocionar. Tem o Fionn e a Jemina, que eu queria adotar, e os poloneses.

Enfim. Eu recomendo. Impossível não chorar em algumas partes ou conter as gargalhadas em outras (Alô Bronagh, essa é para você).

P.s. quero um Conall pra mim

 

Os outros livros dela que eu recomendo:

Melancia (Livro) : Claire é abandonada pelo marido logo após o parto, tendo que voltar a morar com os pais e enfrentar as dificuldades de cuidar de um recém nascido. Até que o marido volta e….

Férias [Livro] : Rachel se mete em confusões e se interna em uma clínica para agradar os pais, que acreditam que ela é dependente. Mas é lógico que ela não é, então….

Los Angeles : Maggie descobre que seu marido a trai e decide ir em busca de aventuras em Los Angeles, onde ela percebe que….

Esses livros contam as histórias de 5 irmãs, faltam 2. É  bom ler na ordem, pq uma história sempre dá uma explicada na outra. Todos super fáceis de conseguir pdf. (Caso não ache, me manda email que eu mando).

 

 

Tem alguém aí? Pdf

Depois que você começa a ler as histórias das irmas Walsh (Claire, Margareth, Rachel, Anna e Hellen) você não quer parar até terminar.

Pois bem, li Melancia  (Claire) um tempinho atrás, quando eu não tinha tanto acesso a Internet e não fazia ideia dose outros. Depois li Férias, que nossasinhora é muito bom. Acaba comigo (bom e mau sentido). Consegui o da Maggie (Los Angeles) e amei também. Consegui baixar o da Hellen (Chá de Sumiço) e o da Mamãe Walsh, o Dicionário. 

Mas eu estava louca atrás do Tem alguem aí. O da Anna. Rodei a net toda, sites, blogs, mandei mil emails, nada. Maaaaas como eu não iria sossegar sem o livro, eu achei!!!!!!

Caso você tenha chegado aqui no mesmo despero que me movia, me manda um email que eu te mando o PDF, ok?

Não vou deixar o link de onde eu achei pq eu abrincadeira tanto link, abri tanta aba, dei tanta volta que nem sei qual o link. Além do mais é um link em Word. Enfim.

Meu email: marianapurodrama@hotmail.com 

Beijos!

Entradas Mais Antigas Anteriores